Pular para o conteúdo
Início » SIGAATF Módulo Ativo Fixo

SIGAATF Módulo Ativo Fixo

    O que é SIGAATF Módulo Ativo Fixo

     

    SIGAATF Módulo Ativo Fixo Totvs Protheus. No ativo permanente estão as aplicações de recursos feitas pela empresa em caráter permanente, ora representando bens adquiridos para uso da empresa como veículos, móveis e utensílios, etc., ora representando aplicações de recursos na compra de ações ou quotas de outras empresas de caráter permanente, ou ainda, representando aplicações de recursos em despesas que devem onerar os resultados de vários exercícios.

    O objetivo do SIGAATF Módulo Ativo Fixo é controlar o ativo permanente da empresa.

    No ativo permanente estão as aplicações de recursos feitas pela empresa em caráter permanente, ora representando bens adquiridos para uso da empresa como veículos, móveis e utensílios, etc, ora representando aplicações de recursos na compra de ações master_pequeno ou quotas de outras empresas de caráter permanente, ou ainda, representando aplicações de recursos em despesas que devem onerar os resultados de vários exercícios.

    O Ativo permanente é subdividido em:

    • Investimentos
    • Ativo Imobilizado
    • Ativo Diferido
    O Ativo Fixo atende aos seguintes tópicos do controle de ativo imobilizado da empresa:

    • Cálculo da depreciação em até cinco moedas independentes
    • Cálculo da depreciação segundo métodos
    • Cotas constantes baseadas em percentual anual
    • Amortização por período (vida útil, arrendamento ou locação)
    • Depreciação acelerada
    • Lançamentos contábeis automáticos
    • Implantação
    • Correção
    • Depreciação
    • Transferências
    • Baixas
    • Controle de seguradoras e apólices de seguro.
    • Cálculo da correção monetária baseada em uma das quatro moedas fortes.
    • Controle de adiantamentos para aquisição de bens.
    • Controle de ampliações e reformas efetuadas sobre os bens.
    • Controle de reavaliação pericial dos bens.
    • Controle das diferenças IPC/BTNF conforme Lei 8.200.
    • Controle de transferência físico-contábil.
    • Controle das baixas de bens do ativo por motivo:
    • Venda
    • Extravio
    • Roubo
    • Doação
    • Avaria
    • Obsolescência
    • Sucateamento
    • Outros
    • Principais Relatórios:
    • Razão Analítico (RAZUFIR) – em cinco moedas sempre comparando $ com outra moeda
    • Relação de Bens Adquiridos e Ampliados no Mês
    • Bens Baixados no Mês
    • Ficha do Ativo
    • Posição Valorizada
    • Histórico das Movimentações
    • Adiantamentos
    • Transferências
    • Resultado da Correção Monetária